TOMAR – Concelho no topo dos mais caros na compra/arrendamento de habitação....

TOMAR – Concelho no topo dos mais caros na compra/arrendamento de habitação. Valores superam – e bem – a média distrital

Tomar está no topo dos concelhos onde comprar e alugar casa é mais dispendioso. Segundo os valores de referência do mercado imobiliário – num estudo promovido pela ImoVirtual – a área territorial nabantina ocupa a segunda posição nas categorias de apartamentos e moradias, só batida por Ferreira do Zêzere no primeiro caso e pelo Entroncamento no segundo. Quanto ao arrendamento, diz este estudo de mercado que em Tomar são praticados os valores mais elevados, com uma média a ronda os 412 euros, isto quando a média do distrito se fica pelos 350. Importa referir que, como adianta a ImoVirtual, «os valores apresentados baseiam-se exclusivamente numa extrapolação estatística baseada nos imóveis disponibilizados no portal».

Média do distrito (só nos concelhos com informação disponibilizada):

Apartamento
783 euros por m2
Renda Média – 350 euros

Moradia
835 euros por m2

Tomar

Apartamento
963 euros por m2
Renda Média – 412 euros

Moradia
823 euros por m2

Abrantes

Apartamento
675 euros por m2
Renda Média – 349 euros

Moradia
768 euros por m2

Alcanena

Apartamento
589 euros por m2
Renda Média – Sem informação

Moradia
555 euros por m2

Entroncamento

Apartamento
692 euros por m2
Renda Média – 333

Moradia
919 euros por m2

Ferreira do Zêzere

Apartamento
1052 euros por m2
Renda Média – Sem informação

Moradia
745 euros por m2

Ourém

Apartamento
874 euros por m2
Renda Média – 374

Moradia
756 euros por m2

Santarém

Apartamento
834 euros por m2
Renda Média – 361

Moradia
821 euros por m2

Torres Novas

Apartamento
772 euros por m2
Renda Média – 355

Moradia
676 euros por m2