ALVAIÁZERE – Chícharo produz conhecimento científico

ALVAIÁZERE – Chícharo produz conhecimento científico

No Ano Internacional das Leguminosas de grão, o Município de Alvaiázere é um dos parceiros do projeto científico “QUALATY – Decifrando o enigma da qualidade do Chícharo (Lathyrus sativus). Como podem as tecnologias omicas contribuir para o melhoramento participativo da qualidade nas leguminosas?”, que está a ser conduzido pelo Instituto de Tecnología Química e Biológica (ITQB NOVA) da Universidade Nova de Lisboa, e que integra ainda um conjunto de outros parceiros nacionais e internacionais como a COOKLAB, o Instituto de Agricultura Sostenible (IAS-CSIC, Córdoba, Espanha), o Instituto Superior de Agronomia (ISA) – Universidade de Lisboa, a Sense Test – Sociedade de Estudos de Análise Sensorial a Produtos Alimentares e a empresa Alvaiazerense, Simões & Ramos Lda., o maior produtor de chícharo a nível nacional.

O projeto de investigação, financiado pela Fundação para a Ciência e Tecnologia, que está a ser conduzido no terreno por Letice Gonçalves sob orientação Científica de Carlota Vaz Patto (do ITQB), pretende identificar variedades de chícharo fontesde características agronómicas, nutricionais e organoléticas interessantes, quer para os produtores agrícolas e indústria transformadora, quer para os consumidores. Estes materiais vegetais poderão vir a estar na base de um programa de melhoramento da espécie, que responda às principais dificuldades sentidas pelos agricultores no seu cultivo e, simultaneamente, que conquiste novos e mais consumidores desta leguminosa. Para o efeito, foi criado pelo Município de Alvaiázere, que se assumiu como um parceiro de primeira ordem, um Campo Experimental num terreno sua propriedade localizado na vila sede de concelho, onde se encontram instaladas 150 variedades tradicionais de chícharo provenientes um pouco de todo o mundo, como Irão, Afeganistão, Síria, Paquistão, Índia, Polónia, Canadá, Espanha, bem como de outras regiões do nosso país.

No âmbito do procedimento participativo experimental do estudo em curso, organizou-se uma visita de campo, previamente programada, com produtores de chícharo do concelho de Alvaiázere. Durante esta visita os produtores tiveram a oportunidade de analisar as diferentes variedades instaladas, com o objetivo de avaliarem quais as plantas que apresentavam as características mais interessantes para o seu cultivo, tais como, o porte da planta, produtividade, cor e tamanho do grão, entre outras. Estando já na fase final do primeiro ano do ensaio de campo, perspetiva-se a sua continuidade por pelo menos mais dois, havendo pois oportunidades futuras para o desenvolvimento de mais iniciativas do género da que decorreu hoje, que visa a partilha de conhecimentos entre os agricultores, consultores, investigadores, empresas e consumidores. Ao apoiar o desenvolvimento deste estudo científico, o Município de Alvaiázere pretende contribuir para o desenvolvimento da cultura do chícharo e da diversificação de produtos alimentares à base desta leguminosa, explorando métodos de processamento inovadores e aplicando-os em formulações mais atraentes, convenientes e saborosas, que permitam valorizar o chícharo e as próprias dinâmicas que têm vindo a ser criadas ao nível da economia local.